Experiência de transição agroecológica do Grupo Bem-Estar (assentamento rural 72)

VOLTAR


O processo de transição agroecológica do Grupo Bem-Estar (assentamento rural 72 do município de Ladário) localizado na zona de fronteira entre Brasil e a Bolívia tem sido uma iniciativa das/os pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e da Embrapa Pantanal, junto com a comunidade de dito assentamento. Esta experiência, ainda inacabada, faz parte de uma pesquisa documental desenvolvida pelo Núcleo de Estudos em Agroecologia e Produção Orgânica do Pantanal (NEAP). Nesse estudo observou-se que as famílias envolvidas no processo de transição apresentam dificuldades para cumprir com os requerimentos para a certificação orgânica.

Anexos

Caracterização básica da experiência

A iniciativa segue em curso?
Sim
Período de execução (mês/ano)
2011
Estimativa de público beneficiário
Não informado
Destaque/Observação

As ações desta iniciativa foram reduzidas em função da pandemia. O desenvolvimento da pesquisa tem tido o apoio financeiro do CNPq, projetos de extensão da UFMS, recursos da Embrapa Pantanal, da Agraer, da Prefeitura do município e do SEBRAE.

Perfil geral da Experiência

Tipo de iniciativa
Ação, política ou programa governamental que apoia diretamente agricultores/as, grupos, coletivos e iniciativas da sociedade (PPAA)
Principal ente financiador
Federal (F)
Principal ente executor/gestor
Municipal (M)
Temas do projeto Municípios Agroecológicos
  • Educação Ambiental
  • Construção do conhecimento agroecológico

Caracterização territorial/geográfica

Bioma relacionado
Pantanal
Região
Centro-Oeste
População total do município
19617
População rural
1030
População urbana
18587
Ano de publicação
2020
Última atualização
03/11/2020
Mapeamento
Políticas Públicas Municipais em Agroecologia
Área Temática