Práticas tradicionais de cura e plantas medicinais mais prevalentes entre a etnia Guarani-Kaiowá na região Centro-Oeste

VOLTAR


O livro Pohã Ñana (Plantas Medicinais): fortalecimento,território e memória Guarani e Kaiowá é produto da pesquisa Práticas tradicionais de cura e plantas medicinais mais prevalentes entre os indígenas da etnia Guarani-Kaiowá,  na região Centro-Oeste, coordenada pelos pesquisadores Paulo Basta, da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp-RJ), e Islândia Carvalho (Fiocruz Pernambuco), coordenadora do observapics.
A ideia foi registrar o conhecimento tradicional Guarani e Kaiowá, a partir de relatos de experiências ancestrais de rezadores e rezadoras com o uso de plantas medicinais.

Na introdução, os organizadores explicam que o processo de construção da obra tornou-se colaborativo e participativo no desenvolvimento da pesquisa nos últimos seis anos. “Ao longo de nossa permanência nas comunidades, diversos
atores se interessaram pelo tema de estudo, com destaque para anciões, professores, estudantes, profissionais
de saúde, entre outros (…) alguns indígenas locais se tornaram protagonistas e nos auxiliaram a aprimorar o projeto original, simultaneamente adaptando-o à realidade local e dando sentido e significado ao povo Guarani e Kaiowá”,escrevem. O trabalho e a interação com a comunidade está registrado em fotografias, que ilustram o material. Pode ser acessado gratuitamente na BVS e aqui, no ObservaPICS. 

Identificação do tipo experiência

Esta experiência é/foi realizada no Brasil?
Sim
Selecione o tipo de experiência
Cuidado em saúde

Sujeitos

Você considera que a experiência tem uma atuação em Rede?
Sim
¿Con qué grupos se construye esta experiencia?
  • Organização não governamental (ONG)
  • Povos e comunidades tradicionais/povos indígenas
Identificación de los pueblos y comunidades tradicionales que participan en la construcción de esta experiencia
povos indígenas
Identificación de los pueblos indígenas que participan en la construcción de esta experiencia
Guarani
Qual(is) a(s) identidade(s) do(s) grupo(s) social(is) e coletivo(s) que participa(m) da construção desta experiência?
Povos Indígenas
Sexo: indique los grupos que participan en esta experiencia
  • Feminino
  • Masculino
Se há um sexo com maior participação, indique
Feminino
Color o raza - indique lo(s) grupo(s) que participan de la experiencia
Indígena
Se há uma cor ou raça com maior participação, indique
Indígena
Faixa etária - indique o(s) grupo(s) que participa(m) dessa experiência
  • De 15 a 29 anos
  • Acima de 60 anos
  • De 30 a 60 anos
Se há uma faixa etária com maior participação, indique
Acima de 60 anos

Estratégias de Comunicação e Anexos

Que tipo(s) de ferramenta(s) utiliza para divulgar a experiência e se comunicar com os envolvidos?
  • E-mail
  • Whatsapp/Telegram
  • Outra
Qual outra?
Divulgação Institucional

Arquivo e/ou link relacionado às produções/práticas da experiência

Tipo de anexo
Link

Localização e abrangência espacial

Esta experiência está sendo cadastrada pelo celular (via aplicativo ODK Collect)?
Não
Qual é a abrangência territorial das ações desenvolvidas na experiência?
Regional intermunicipal

Políticas públicas

Caso a experiência tenha acessado uma ou mais políticas públicas brasileiras, indique
Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC)

Resistências e ameaças

Algo ameaça esta experiência?
  • Agrotóxico
  • Contaminação/poluição ambiental
  • Disputa territorial ou dificuldade de acesso ao território
  • Violência do Estado
  • Racismo
  • Violência de gênero (contra mulher, LGBTQIAP+fobia)
  • Intolerância religiosa

Duração da experiência

1 Impacto da Pandemia da Covid-19

Essa é uma experiência criada em resposta aos efeitos da crise sanitária decorrente da pandemia do Coronavírus (Covid-19)?
Não, a experiência já vinha acontecendo e continua durante a pandemia

Práticas em saúde e agroecologia

Águas e saneamento
Outra
Qual outra?
Desenvolvimento de soluções para oferta de água potável
Práticas Agroalimentares (produção/beneficiamento/consumo)
  • Cozinhas comunitárias
  • Casa ou guardiães/ões de sementes
Prácticas Integradas y complementarias en Salud
  • Plantas medicinais e fitoterapia
  • Outra
Qual outra?
Medicina Tradicional Indígena
Práticas Populares e Tradicionais de Cuidado em Saúde ou Saúde Popular
  • Benzimentos, orações, aconselhamento
  • Dietas alimentares
  • Remédios caseiros a partir de plantas medicinais
Esta práctica es considerada una tecnología social por los protagonistas de la experiência?
Sim
O que estimula a adoção dessa(s) prática(s)?
  • Ancestralidade/trajetória de vida/memória afetiva
  • Participação em redes de aprendizados e conhecimentos

Redes em saúde e agroecologia

De que forma sua organização poderia colaborar na criação e/ou fortalecimento dessas redes?
Aportando os resultados de nossas pesquisas e atividades e nos colocando à disposição para participação em encontros, rodas de conversa, entre outras atividades propostas pela rede.