SEMEANDO

VOLTAR


Descrição da experiência:Semeando
Objetivo:
OSemeando é um projeto que vem sendo desenvolvido na EPSJV desde 2016através da realização de atividades multidisciplinares, e com equipesmultiprofissionais, que tem como objetivo a realização de ações educativas quecontribuam para a educação científica e a formação profissional abordando temascomo: trabalho como princípio educativo, promoção da saúde a partir do alimentosaudável e a preservação ambiental. Todas as etapas do projeto contemplam açõesde sensibilização e mobilização, de aspectos da gestão comunitária, dasustentabilidade e capacitação técnica, com atividades práticas de cunhoeducativo e de fortalecimento do coletivo e da educação em agroecologia. Suas intervençõesenvolvem, majoritariamente, a atuação dos/as estudantes da educação básica daEPSJV (Ensino Médio Técnico e a EJA).
Atividades pedagógicas realizadas:
* Atividade conjuntas epropostas interdisciplinares: desenvolvimentode atividades interdisciplinares com os componentes curriculares doEnsino Médio Técnico da EPSJV (Formação Técnica e Geral) e o IEP (Eixos e TIs) e a nutrição da escola, fortalecendo odesenvolvimento do currículo integrado. Acontecem por meio de aulas, oficinas erodas de conversa que abordam a agroecologia no estudo da ecologia e questõessocioambientais (racismo e justiça ambiental); plantio e a importância do solo;gestão de resíduos e compostagem; alimentação saudável e soberania alimentarcom agricultores/as familiares debatendo, também, a alimentação escolar.
* Projeto Brotinho - projeto desenvolvido por estudantes do CTNMS daEPSJV, numa abordagem interdisciplinar envolvendo a disciplina de Biologia e oProjeto Semeando, com foco na produção de alimentos com base agroecológica epromoção da saúde. Esse projeto participou da Feira de Ciências da EPSJV e daSemana Nacional de Ciência e Tecnologia como iniciativas que envolvem adivulgação científica em agroecologia. Os assuntos abordados foram: agriculturaurbana agroecológica; compostagem doméstica e horta urbana com aproveitando deresíduos como garrafas pet, pallet e galão de água. Foram realizadas oficinasde horta auto-irrigável, plantio e distribuição de mudas, montagem e exposiçãode projeto piloto de compostagem e montagem de canteiros. Após as atividades dedivulgação científica todo o plantio realizado deu início a formação da hortaagroecológica da escola.
* Oficina Meio Ambiente emodelo de desenvolvimento/EJA-Manguinhos e integração com disciplinas da EJA – Acontece com a abordagem daagroecologia, permacultura e bem viver no currículo da oficina desenvolvendo astemáticas: introdução à agroecologia; agricultura urbana agroecológica; direitoà cidade e a agricultura urbana; agroecologia na Favela; solo e compostagem;compostagem doméstica; fitocosmética (extratos e óleos de ervas medicinais elimpeza de pele com argila e produção de sabonetes com ervas); Panc’s; sementese práticas de culinária (compota de casca de banana, pastinhas e biomassa). Amaioria das atividades envolvem a participação da Ejinha – filhos/as dos/asestudantes da EJA. A oficina contempla, também, a realização de aulas de campo paraobservação das experiências desenvolvidas na ONG Verdejar Socioambiental e a contribuiçãodo plantio para a horta da escola.
* Hortaagroecológica urbana e escolar – a horta é um espaço da escola destinado aobservação, pesquisa, ensino e ação sobre ecologia e educação ambiental, alémde contribuir para a gestão integrada dos resíduos sólidos e orgânicos daunidade, impactando positivamente o meio ambiente local. Ela é formada peloplantio realizado com os/as estudantes nas atividades educativas, sendocomposta por canteiros, tendo como suporte vasos, de diferentes tamanhos, e materiais reaproveitados, paraprodução de hortaliças, temperos, ervas, flores, leguminosas, Panc’s, dentreoutros vegetais e umberçário com sementeiras e mudas. A produção e o consumo dealimentos da horta contribuem para estimular hábitos saudáveis de alimentação, epromovem a interação Ser humano/meio ambiente por meio de trabalho interdisciplinar.
* Compostagem - Direcionamento de parte dos resíduosorgânicos provenientes do serviço de alimentação/bandejão da EPSJV para acomposteira do SGA/COGIC.  

Resistências e ameaças

Algo ameaça esta experiência?
  • Contaminação/poluição ambiental
  • Disputa territorial ou dificuldade de acesso ao território
  • Violência do Estado
  • Racismo
  • Violência de gênero (contra mulher, LGBTQIAP+fobia)
Há conflito(s) ambiental(is) no(s) território(s) onde essa experiência acontece?
Sim
Indique o(s) município(s) e respectiva(s) Unidade(s) Federativa(s) onde acontece o conflito
RIO DE JANEIRO
Grupo(s) social(is) atingido(s) pelo conflito ambiental
  • Moradores/as em periferias, ocupações ou favelas
  • Agricultor(a) urbana/o
Actividades generadoras del conflicto
  • Construção civil
  • Especulação imobiliária
  • Narcotráfico
Impactos Socio-ambientales de las actividades
  • Assoreamento de recurso hídrico
  • Exploração no trabalho
  • Falta de saneamento básico
  • Inundações e enchentes
  • Poluição de recurso hídrico
  • Poluição do solo
  • Urbanização desordenada
Possíveis danos à saúde decorrentes da atividade e/ou do conflito
  • Fome
  • Falta de atendimento médico
  • Insegurança alimentar e nutricional
  • Piora na qualidade de vida
  • Violência - assassinato
  • Violência - lesão corporal
  • Violência psicológica/assédio
  • Doenças respiratórias
A experiência aqui cadastrada está envolvida nesse(s) conflito(s) ambiental(is)?
Sim, a experiência contribui para o enfrentamento do conflito

Sujeitos

Você considera que a experiência tem uma atuação em Rede?
Sim
¿Con qué grupos se construye esta experiencia?
  • Extensionistas rurais/ técnicas/os
  • Organização não governamental (ONG)
  • Profissionais de saúde
  • Movimentos sociais
  • Agricultoras/es familiares/camponeses
  • Agricultoras/es urbanas/os
  • Estudantes
  • Consumidoras/es
  • Educadoras/es
Qual(is) a(s) identidade(s) do(s) grupo(s) social(is) e coletivo(s) que participa(m) da construção desta experiência?
pretas e pretos, brancas e brancos, pardas e pardos
Sexo: indique los grupos que participan en esta experiencia
  • Feminino
  • Masculino
Color o raza - indique lo(s) grupo(s) que participan de la experiencia
  • Branca
  • Parda
  • Preta
Se há uma cor ou raça com maior participação, indique
Outra(s)
Faixa etária - indique o(s) grupo(s) que participa(m) dessa experiência
  • De 15 a 29 anos
  • De 7 a 14 anos
  • De 30 a 60 anos
  • Acima de 60 anos

Como as pessoas que participam desta experiência se declaram em relação ao seu gênero?

Indicação do gênero das pessoas participantes
outros

Duração da experiência

1 Impacto da Pandemia da Covid-19

Essa é uma experiência criada em resposta aos efeitos da crise sanitária decorrente da pandemia do Coronavírus (Covid-19)?
Em parte, a experiência já acontecia mas houve ajustes devido à pandemia

Identificação do tipo experiência

Esta experiência é/foi realizada no Brasil?
Sim
Selecione o tipo de experiência
Outro
Qual outro?
Agroecologia Urbana e educação socioambiental com atuação na educação básica (ensino técnico, médio e EJA)

Localização e abrangência espacial

Esta experiência está sendo cadastrada pelo celular (via aplicativo ODK Collect)?
Não
Qual é a abrangência territorial das ações desenvolvidas na experiência?
Local

Identificação

O describa es el nombre de la organización que registra la experiencia
EPSJV

Redes em saúde e agroecologia

De que forma sua organização poderia colaborar na criação e/ou fortalecimento dessas redes?

Fortalecendo redes locais de agroecologia e saúde, e ajudar a pensar em formas de pesquisa em educação e agroecologia na educação básica.


Práticas em saúde e agroecologia

Águas e saneamento
  • Sistema de irrigação
  • Captação de água de chuva
Práticas Agroalimentares (produção/beneficiamento/consumo)
  • Adubação verde
  • Plantas alimentícias não convencionais (PANCs)
  • Quintais sócio-produtivos (horticultura, pomar, etc.)
Prácticas Integradas y complementarias en Salud
  • Plantas medicinais e fitoterapia
  • Outra
Qual outra?
fitocósmetica
Práticas Populares e Tradicionais de Cuidado em Saúde ou Saúde Popular
Remédios caseiros a partir de plantas medicinais
Otras prácticas no especificadas en las opciones anteriores
bem viver, Agricultura agroecologica urbana - em pequenos espaços
Esta práctica es considerada una tecnología social por los protagonistas de la experiência?
Sim
O que estimula a adoção dessa(s) prática(s)?
  • Ancestralidade/trajetória de vida/memória afetiva
  • Curso de capacitação e treinamento
  • Intercâmbio/vivência
  • Rodas de conversa e oficinas
  • Participação em redes de aprendizados e conhecimentos

Políticas públicas

Caso a experiência tenha acessado uma ou mais políticas públicas brasileiras, indique
Nenhuma

Estratégias de Comunicação e Anexos

Que tipo(s) de ferramenta(s) utiliza para divulgar a experiência e se comunicar com os envolvidos?
  • E-mail
  • Whatsapp/Telegram