Arandu: Saberes Originários

VOLTAR


A disciplina “Arandu: saberes originários” se baseia nos conhecimentos dos povos originários e discute sua influência nas noções de “Bem Viver”. O Bem Viver recupera a sabedoria ancestral, rompe com o alienante processo de acumulação capitalista e questiona as noções de desenvolvimento e sustentabilidade.
O referencial teórico utilizado será, predominantemente, textos produzidos por autores dos povos originários e latino-americanos.
29/01 - quarta-feira -  Diálogos sobre Bem Viver com Thiago Ávila e Braulina Baniwa. Vídeo no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=W_SicZUjCHE&t=1030s
05/02 - quarta-feira –  Visões originárias e histórias de formação. Atyguaçu com Airy Gavião, Mirinju M\'Byá Guarani, Fêtxawewe Tapuya Guajajara e Kamu Dan Wapichana.Vídeo no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=Bm0Gls9JgXU&t=424s 
11/02 - terça-feira – “Caçada, pescaria e colheita” – Campo em locais de re-existências - Contextos participativos e circulares, que buscam compreender os processos de transformação social. Territórios: 1) Santuários dos Pajés; 2) Mercado Sul; 3) Casa das Redes; 4) Unidade de Saúde 1 do Lago Norte e 5) Unipaz.Vídeo no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=h6vpXZI7Kfw 
12/02 - quarta-feira - O Monólogo do Poder. A Escola do Colonizador, etnocídios e memoricídios. Atyguaçu com Álvaro Dohétiro Tukano, Nádia Nádila da Silva Reis, Suliete Gervásio Monteiro (Povo Baré) e José Jorge de Carvalho (Professor da UnB)Vídeo no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=b8gbvBjgKB8&t=4102s
18/02 - terça-feira –  Contra-colonização  organizar a partilha da “Caçada, pescaria e colheita” com Geraci Ticuna, Everardo Aguiar, Armando Quechua, Stephen Baines.Vídeo no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=9ASyGFAKN7w
19/02 - quarta-feira – Partilha da “Caçada, pescaria e colheita”.Avaliação do Curso- https://www.youtube.com/watch?v=OH5Hr4AYPqcPartilha - https://www.youtube.com/watch?v=Z6wLqjKQg_0
https://campusvirtual.fiocruz.br/gestordecursos/hotsite/bemviver/apresentaaao/3760 

Localização e abrangência espacial

Esta experiência está sendo cadastrada pelo celular (via aplicativo ODK Collect)?
Não
Qual é a abrangência territorial das ações desenvolvidas na experiência?
Municipal

Estratégias de Comunicação e Anexos

Que tipo(s) de ferramenta(s) utiliza para divulgar a experiência e se comunicar com os envolvidos?
  • E-mail
  • Whatsapp/Telegram

Práticas em saúde e agroecologia

Prácticas Integradas y complementarias en Salud
Plantas medicinais e fitoterapia
Otras prácticas no especificadas en las opciones anteriores
Saberes originários
Esta práctica es considerada una tecnología social por los protagonistas de la experiência?
Não
O que estimula a adoção dessa(s) prática(s)?
  • Ancestralidade/trajetória de vida/memória afetiva
  • Intercâmbio/vivência
  • Rodas de conversa e oficinas

Sujeitos

Você considera que a experiência tem uma atuação em Rede?
Não
¿Con qué grupos se construye esta experiencia?
Povos e comunidades tradicionais/povos indígenas
Identificación de los pueblos y comunidades tradicionales que participan en la construcción de esta experiencia
povos indígenas
Identificación de los pueblos indígenas que participan en la construcción de esta experiencia
  • Baré
  • Fulni-ô
  • Gavião Akrãtikatêjê
  • Guajajara
  • Guarani
  • Ticuna
  • Tukano
  • Baniwa
  • Outro(s) Povo(s)
Outros povos indígenas
Quechua
Qual(is) a(s) identidade(s) do(s) grupo(s) social(is) e coletivo(s) que participa(m) da construção desta experiência?
Indígenas de diferentes etnias residentes no DF
Sexo: indique los grupos que participan en esta experiencia
  • Masculino
  • Feminino
Color o raza - indique lo(s) grupo(s) que participan de la experiencia
  • Amarela
  • Branca
  • Indígena
  • Parda
  • Preta
Faixa etária - indique o(s) grupo(s) que participa(m) dessa experiência
  • De 15 a 29 anos
  • De 30 a 60 anos
  • Acima de 60 anos
Se há uma faixa etária com maior participação, indique
De 30 a 60 anos

Políticas públicas

Caso a experiência tenha acessado uma ou mais políticas públicas brasileiras, indique
Nenhuma

Resistências e ameaças

Algo ameaça esta experiência?
  • Disputa territorial ou dificuldade de acesso ao território
  • Intolerância religiosa
  • Racismo
Há conflito(s) ambiental(is) no(s) território(s) onde essa experiência acontece?
Não

Identificação do tipo experiência

Esta experiência é/foi realizada no Brasil?
Sim
Selecione o tipo de experiência
Ensino-pesquisa-extensão
Se envolve ensino, indique qual(is) o(s) tipo(s) de curso(s)
Curso livre (sem titulação)
Si se trata de enseñanza, indique el número total de vacantes disponibles (por curso/clase)
60
Se envolve ensino, indique o número total de egressos (pessoas que concluíram o curso/turma)
58
Se envolve pesquisa, indique a área principal da pesquisa
Outra
Qual outra?
Saberes originários dos povos indígenas
Se envolve pesquisa, o grupo está cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq?
Não