Utopia

VOLTAR


Em janeiro de 2020, Rudi e Leco de Souza, iniciaram o manejo e revitalização de uma área urbana agroflorestal localizada na casa da ciclovia, implantada em 2017 pelo Coletivo Mão na Terra, porém, abandonada pelo dono da Terra.
O intuito era de realizar uma feira presencial uma vez por semana na própria área de plantio, uma espécie de \"colha e contribua\", para escoar os cultivos da agrofloresta, trabalhar com a reculturalização do alimento e girar um dinheiro para manter nosso trabalho com a Terra.
Quando as primeiras hortaliças estavam no ponto de colheita e nossa primeira feira prestes a acontecer, iniciam os movimentos de quarentena devido a pandemia do Corona vírus. Nesse momento, uma lista de produtores artesanais e agroecológicos locais, começa a circular nas redes sociais, como alternativa para as consumidoras receberem alimentos saudáveis em suas residências, mantendo assim o isolamento social necessário para o momento. Nos cadastramos nessa lista e criamos um relação dos nossos cultivos disponíveis para colheita e começamos divulgar pelo whatsapp. Propomos atualizar a relação, receber e entregar os pedidos semanalmente e seguimos nesse movimento há 34 semanas. Naturalmente começamos envolver pessoas próximas que tinham cultivos ou produtos artesanais preferencialmente agroecológicos em nossa relação, conseguindo dessa maneira tornar nossa lista mais atraente para as consumidoras e apoiar outras pessoas e grupos que precisavam se reinventar para comercializar seus trabalhos. Hoje essa rede continua e continuará sempre aberta a receber novas colaborações reforçando a importância de consumir localmente, alimentos agroecológicos que sabemos por quais pessoas são cultivados.
Nossa maior dificuldade até o momento é o controle administrativo e financeiro que são feitos no papel caneta.
Estamos nesse momento migrando para uma plataforma on line disponibilizada gratuitamente para pequenas e pequenos cultivadores agroecológicos, denominado, Faz a Feira. www.fazafeira.com