Budega do Povo: espaço agroecológico solidário

VOLTAR

Uma das problemáticas citadas em todos os diagnósticos nos grupos rurais de Tanguá-CE foi a comercialização da produção, principalmente para quem produzia de forma agroecológica. Assim, o Projeto Budega do Povo iniciou a partir da mobilização dessas comunidades e grupos para estruturação de comercialização em rede, sem a presença de atravessadores. Foram várias visitas de intercâmbio e aos poucos os grupos foram se consolidando num só espaço. A Budega do Povo tem uma infra-estrutura localizada em Tianguá. Com um ano de funcionamento, foi criada uma cooperativa de produção e comercialização, a COOPA (Cooperativa dos Pequenos/as Agricultores/as Agroecológicos e Artesãos – Budega do povo). A Budega é gerida por uma equipe de 3 pessoas: um agente de vendas, um representante das parcerias e uma secretária que executam o que é deliberado em assembléia. Ainda sofrem dificuldades na regularidade da entrada de produtos, principalmente na época de seca, afetando diretamente na manutenção das despesas fixas. E aqui reside o maior desafio do grupo, como aumentar a produção agroecológica, garantir a sustentabilidade e estar abertos a novas parcerias. Atualmente, os produtos consumidos são hortaliças, frutas, el, ovos, galinhas caipiras e bordados. O repasse do dinheiro é realizado após sua vinda e 10% do valor é deixado para um fundo de manutenção das despesas. Experiência sistematizada para o VI Enconasa