Floricultura Nossa Senhora Aparecida, sítio Santo Antônio de Arajara

VOLTAR

Após participarem de um curso de floricultura e fruticultura, um grupo de 18 pessoas moradoras do Sítio Santo Antônio, no Crato resolveu implementar um projeto para o cultivo de plantas ornamentais que viesse atender o mercado local e melhorar a renda familiar. A falta de terra para iniciar o projeto foi superada pela cessão de um espaço por uma das associadas por um período de 3 anos. E para superar a falta de recursos para implementação, o grupo promoveu bingos, vaquinhas, quermesses e por fim, acessaram o PRONAF. Hoje o projeto é tocado por 8 mulheres e 3 homens. Todo o trabalho é dividido em escalas (duplas por dia) ou realizado em mutirão. Esse esquema de trabalho permite que cada participante mantenha suas atividades individuais. Cultivam crisântemos, samambaias e tango. O crisântemo é cultivado principalmente na época de finados. Possuem como meta a diversificação do plantio de folhosas e flores utilizando espécies locais. E também a produção de suas próprias sementes. As vendas são feitas nas floriculturas da região e, no dia de finados, produzem arranjos que são vendidos na porta do cemitério. Experiência sistematizada para o VI Enconasa