Curso Especialização e Livre em Cultivo Biodinâmico de Plantas Medicinais na Promoção de Territórios Saudáveis e Sustentáveis no Distrito Federal (TSS/DF)

VOLTAR


O Curso de Especializaçãoem Cultivo Biodinâmico de Plantas Medicinais na Promoção de TerritóriosSaudáveis e Sustentáveis foi concebido a partir da articulação do Programa de Promoção daSaúde, Ambiente e Trabalho (PSAT), com a Gerência de Práticas Integrativas daSecretaria de Saúde do Distrito Federal (GERPIS/SES/DF), o Laboratório de Práticas Alternativas Complementares e Integrativas em Saúde - Faculdade de Ciências Médicas - Unicamp e o Gabinete daDeputada Federal Erika Kokay que destinou uma Emenda Parlamentar para arealização da referida formação. 
A atual proposta de curso de especialização édecorrente da experiência relacionada do PSAT em relação à Política Nacional deSaúde Integral das Populações do Campo, da Floresta e das Águas (PNSIPCFA) que noeixo 03 (três) do plano operativo de implementação da política relacionado a educaçãopermanente e a educação popular em saúde com foco nas Populações do Campo, da Floresta,das Águas e da experiência do projeto de formação de lideranças para gestãoparticipativa das Populações do Campo, da Floresta e das Águas, executados noperíodo de 2012 a 2016; e do Projeto de implantação da Política Nacional deSaúde do Trabalhador e Trabalhadora (PNSTT) com a Secretaria de Vigilância emSaúde no período de 2015 a 2018 e das formações realizadas em CE, PE, TO e PIpara atender o Projeto Territórios Saudáveis e Sustentáveis do Semiárido(PTSSS). 
O PSAT junto com os parceiro, diante daprevalência do uso de fertilizantes sintéticos e agrotóxicos e suasconsequências para o ser humano e para o meio ambiente no Distrito Federal embusca de transferir tecnologia segura acessível e sustentável propõe umaformação-ação que tem como princípio a integração entre agroecologia e asPolíticas Públicas de Saúde.  
Este curso é norteado pela Política Nacionalde Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) em uma atitude de ampliaçãodo acesso à racionalidade médica e seus recursos terapêuticos que determina aoferta de plantas medicinais, fitoterápicos, e serviços relacionados a medicinaantroposófica, a Política Nacional de Plantas Medicinais eFitoterápicos (PNPMF), que fomenta a prioridade para a implantação dacadeia produtiva e de laboratórios de manipulação no âmbito do serviço público.O cultivo de plantas medicinais no marco da agricultura biodinâmica  e dos sistemas agroflorestais sucessionais dialogacom ambas as políticas e amplia para o conjunto de políticas de atençãointegral a saúde, políticas de equidade em especial a  PNSIPCFA e de promoção da saúde, comodeterminam todos os relatórios das Conferências Nacionais da Saúde desde 1986. 
No campo da agricultura, a única racionalidademédica que apresenta uma proposta atual de enfrentamento do uso de agrotóxicose insumos sintéticos, que são adoecedores para a população, é oriundo daantroposofia, fazendo parte do seu objetivo central e transversalmente  dialoga com a arte, cultura, educação saúde edesenvolvimento social, no enfrentamento a fome, pobreza e miséria em que apopulação mais vulnerável é suscetível.   
A agricultura biodinâmica tem metodologia comumcom outros métodos da agricultura orgânica, ações como: plantio consorciado,promoção de diversidade, controle biológico de pragas, regeneração do solo, usode compostagem, revitalização de recursos naturais, integração de uso desistemas que tenda para a sustentabilidade dos territórios. Neste sentido aagricultura biodinâmica dispõe de recursos eficazes e de baixo custo como:  preparado biodinâmico que regenera a terra ese norteia pelo calendário biodinâmico, com isso melhora a saúde dos cultivos.  
É importante registrar que a agriculturabiodinâmica é sustentada por processos ao invés de insumos, valorizando otrabalho humano em detrimento do consumo de insumos de alto custo. 
Com base as informações descritas acimadestacamos que este processo de formação-ação será realizado para formação dosmembros dos três níveis de atenção a saúde, a gestão da Secretaria de Saúde doDistrito Federal, áreas correlatas e agricultores locais que possam contribuircom as práticas e técnicas de agroflorestal com foco na produção de plantasmedicinais, visando atender a demanda presente de insumos para a produção defitoterápicos no Distrito Federal.  
Esta ação está em consonância com as metascontidas na Agenda Estratégica Institucional 2030 relacionado aos Objetivos doDesenvolvimento Sustentável (ODS).

Anexos

Resistências e ameaças

Algo ameaça esta experiência?
  • Outra
  • Sucessão geracional frágil ou inexistente
  • Violência do Estado
  • Disputa territorial ou dificuldade de acesso ao território
Qual outra?
violência de gestores de saúde
Há conflito(s) ambiental(is) no(s) território(s) onde essa experiência acontece?
Sim
Indique o(s) município(s) e respectiva(s) Unidade(s) Federativa(s) onde acontece o conflito
Distrito Federal
Grupo(s) social(is) atingido(s) pelo conflito ambiental
  • Trabalhadoras/es rurais assalariadas/os
  • Povos indígenas
  • Benzedeira/os
  • Agricultor(a) urbana/o
  • Agricultor(a) familiar
  • Trabalhadoras/es rurais sem terra
Actividades generadoras del conflicto
  • Atuação do Judiciário e/ou do Ministério Público
  • Atuação de entidades governamentais
  • Agroindústria/agronegócio
  • Monoculturas
  • Agrotóxicos
Impactos Socio-ambientales de las actividades
  • Contaminação ou intoxicação por substâncias nocivas
  • Mudanças climáticas
  • Poluição atmosférica
  • Desmatamento
  • Urbanização desordenada
  • Assoreamento de recurso hídrico
  • Precarização/riscos no ambiente de trabalho
  • Incêndios e/ou queimadas
  • Falta/irregularidade na demarcação de território tradicional
  • Poluição do solo
  • Poluição de recurso hídrico
Possíveis danos à saúde decorrentes da atividade e/ou do conflito
  • Doenças respiratórias
  • Acidentes
  • Piora na qualidade de vida
  • Contaminação ou intoxicação por agrotóxicos
  • Insegurança alimentar e nutricional
  • Contaminação química
  • Falta de atendimento médico
  • Violência psicológica/assédio
A experiência aqui cadastrada está envolvida nesse(s) conflito(s) ambiental(is)?
Sim, a experiência contribui para o enfrentamento do conflito

Identificação

O describa es el nombre de la organización que registra la experiencia
Programa de Promoção da Saúde, Ambiente e Trabalho - PSAT

Sujeitos

Você considera que a experiência tem uma atuação em Rede?
Sim
¿Con qué grupos se construye esta experiencia?
  • Movimentos sociais
  • Agricultoras/es familiares/camponeses
  • Agricultoras/es urbanas/os
  • Organização não governamental (ONG)
  • Gestoras/es públicos
  • Profissionais de saúde
Qual(is) a(s) identidade(s) do(s) grupo(s) social(is) e coletivo(s) que participa(m) da construção desta experiência?
Profissionais da Saúde e Agricultores - Populações do campo
Sexo: indique los grupos que participan en esta experiencia
  • Feminino
  • Masculino
Se há um sexo com maior participação, indique
Feminino
Color o raza - indique lo(s) grupo(s) que participan de la experiencia
  • Parda
  • Preta
  • Branca
Se há uma cor ou raça com maior participação, indique
Preta
Faixa etária - indique o(s) grupo(s) que participa(m) dessa experiência
De 30 a 60 anos

Como as pessoas que participam desta experiência se declaram em relação ao seu gênero?

Indicação do gênero das pessoas participantes
Mulher, Homem

Redes em saúde e agroecologia

De que forma sua organização poderia colaborar na criação e/ou fortalecimento dessas redes?

- Participação na rede como entidade e com pesquisadores e formadores na área de agroecologia e saúde

- Compartilhar as experiências desenvolvidas pelos pesquisadores e formadores na área de agroecologia e saúde

- Organização conjunta de atividades, ações, seminários, congressos, pesquisas, apoio na área de agroecologia e saúde

- Desenvolvimento de material de publicação conjunto na área de agroecologia e saúde

- Ações coordenadas e impactantes para a população e comunidades vulneráveis na área de agroecologia e saúde

- Desenvolvimento de atividades de formação-ação no desenvolvimento de territórios saudáveis e sustentáveis

- Compartilhar métodos e metodologias de formação na área de agroecologia e saúde


Localização e abrangência espacial

Esta experiência está sendo cadastrada pelo celular (via aplicativo ODK Collect)?
Não
Qual é a abrangência territorial das ações desenvolvidas na experiência?
Nacional (mais de 4 estados)

Políticas públicas

Caso a experiência tenha acessado uma ou mais políticas públicas brasileiras, indique
  • Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (PRONERA)
  • Farmácia Viva
  • Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos (PNPMF)
  • Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC)

Identificação do tipo experiência

Esta experiência é/foi realizada no Brasil?
Sim
Selecione o tipo de experiência
Ensino-pesquisa-extensão
Se envolve ensino, indique qual(is) o(s) tipo(s) de curso(s)
  • Curso livre (sem titulação)
  • Pós graduação lato sensu
Si se trata de enseñanza, indique el número total de vacantes disponibles (por curso/clase)
60 total - 40 especializandos e 20 curso livre
Se envolve pesquisa, indique a área principal da pesquisa
Saúde
Se envolve pesquisa, o grupo está cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq?
Não
Se envolve extensão, indique a área principal da extensão
Saúde
Si se trata de transferencia tecnológica, el grupo se encuentra formalizado en una institución universitaria?
Não

Práticas em saúde e agroecologia

Águas e saneamento
Sistema de irrigação
Práticas Agroalimentares (produção/beneficiamento/consumo)
  • Compostagem
  • Casa ou guardiães/ões de sementes
  • Feiras agroecológicas
  • Agrofloresta
  • Outra
  • Adubação verde
Qual outra?
horto de plantas medicinais
Prácticas Integradas y complementarias en Salud
  • Aromaterapia
  • Medicina antroposófica
  • Plantas medicinais e fitoterapia
  • Homeopatia
Práticas Populares e Tradicionais de Cuidado em Saúde ou Saúde Popular
  • Remédios caseiros a partir de plantas medicinais
  • Benzimentos, orações, aconselhamento
  • Banhos
Esta práctica es considerada una tecnología social por los protagonistas de la experiência?
Sim
O que estimula a adoção dessa(s) prática(s)?
  • Ancestralidade/trajetória de vida/memória afetiva
  • Participação em redes de aprendizados e conhecimentos
  • Intercâmbio/vivência
  • Curso de capacitação e treinamento

Estratégias de Comunicação e Anexos

Que tipo(s) de ferramenta(s) utiliza para divulgar a experiência e se comunicar com os envolvidos?
  • Aplicativo desenvolvido pela organização
  • Whatsapp/Telegram
  • E-mail

Arquivo e/ou link relacionado às produções/práticas da experiência

Tipo de anexo
Imagem

Duração da experiência

1 Impacto da Pandemia da Covid-19

Essa é uma experiência criada em resposta aos efeitos da crise sanitária decorrente da pandemia do Coronavírus (Covid-19)?
Sim, é uma experiência nova