Experiência: Rede Bragantina de Arte e Sabores
Chamada : A Rede Bragantina Artes & Sabores é fruto do diálogo e da percepção que grupos organizados de agricultores familiares, quilombolas, mulheres e jovens, manifestam para continuar a história de sonhos e lutas por uma sociedade justa e solidária. Em solidari

Ano Publicação: 2010
   
A REDE BRAGANTINA DE ARTES E SABORES é formada por 23 organizações de agricultores familiares, quilombolas, mulheres, jovens dos municípios de Santa Luzia do Pará, Cachoeira do Piriá, Viseu, Bragança, Augusto Correia e Tracuateua, no Estado do Pará.

Principais Produtos:
- Artesananto em ceramica, cipó, fibras, sementes. Tijolo de barro.
- Produtos da agricultura familiar sem uso de agrotóxicos: farinha d' água, farinha de tapioca, feijão caupi, café torrado com erva doce, café torrado simples, gergelim lavado e torrado, macaxeira pré beneficiada, macaxeira ralada, mel, ovo, frutas regionais da estação
- Produtos orgânicos: feijão caupi, hortaliças, ervas medicinais.
- Produtos para adubação orgânica: humus de minhoca, sementes de leguminosas e composto orgânico.

Entidades de promoção da Rede Bragantina:

Centro de Educação e Desenvolvimento Integrado na Amazônia -CEDIAM

Cáritas Diocesana – Bragança

Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará - CEDENPA.

Caritas Regional Norte II
Autor(es):

MMNEPA - Movimento de Mulheres do Nordeste Paraense
CEDENPA - Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará
CEDENPA - Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará

Relator(es):

Vânia Regina Vieira de Carvalho

Anexos
  frm_exp_geral_ex_anexos_2_904_ ()
  frm_exp_geral_ex_anexos_1_904_RedeB ()
  frm_exp_geral_ex_anexos_0_904_rede_b ()

Áreas Temáticas
 Sistemas Agroflorestais e Agroextrativismo
 Alimentação, Saúde e Plantas Medicinais
 Desenvolvimento Rural
 pt-br:Construção do Conhecimento Agroecológico|es:Construcción del Conocimiento Agroecologico

Áreas Geográficas
 Santa Luzia do Pará