As plantas medicinais de dona Eva e seu Geraldo

Seu Geraldo e dona Eva moram na comunidade Córrego dos Ferreiras, em Ervália-MG. A região sempre foi de cultivo de café, mas o casal de agricultores enfrentava dificuldades com a produção, pois possuíam pouco adubo e a terra tinha muita pedra. Os dois foram orientados para experimentar o manejo agroecológico, e logo a produção foi se diversificando com destaque para as plantas medicinais no quintal. A lavoura passou a ser roçada e as leguminosas (lab-lab, crotalária, feijão-guandú) utilizadas como adubo verde. Também se adubava a terra com palha de café e esterco de galinha. Foram plantadas árvores e mamona com os cafés para sombrear e ajudar na recuperação do solo. Depois de 2 anos, a propriedade conta com mais de quatorze mil pés de café. Abaixo, dona Eva apresenta as plantas medicinais que cultiva e para que servem. - malva rosa: a flor é usada para pneumonia - beijo de moça ou beijo branco: problemas de útero ou infecção (colocar no vinho com raiz de salsa) - macaé: gripe, febre, colesterol e as raízes para dor de barriga - mentrasto: calmante, anti-depressivo e controlador hormonal - alecrim: dores no peito e no coração - funcho: cólicas - confrei: a pomada é excelente cicatrizante - santa maria: vermífugo (tomar o chá em jejum de manhã durante sete dias) - erva moura: tumores no útero - hortelã: gripe, estimulante e digestivo (usar com carqueja é bom para reumatismo; já com tansagem é bom para limpar o sangue) - erva canudo: o chá bem concentrado é bom para curar frieira - capitão de sala ou oficial de sala: o algodão da flor serve pra depressão - bulva ou voadeira: antibiótico natural que trata amidalite, infecções e tumores malignos; o chá é bom para leucemia - jequeri: a folha serve para gargarejo e desinchar as amídalas; as raízes curam as amidalites crônicas - folha de uva: recupera a próstata e é diurético - casca de goiaba: o gargarejo é usado contra diarréia e dor de dente - picão: trata do fígado (anemia e hepatite) e alergias em geral - trapoeraba: diurético, trata de problemas na próstata e junto com a cavalinha emagrece - féu da terra ou carrapichinho: o sumo é dentifrício e o chá serve para diarréia - barbaço: trata asma, problemas crônicos de próstata e alergia - margarida de flor branca: calmante - fumaria: é depurativo e trata alergias e problemas de pele - caroba: alergias em geral - pixirica: ajuda no tratamento da sífilis - pé de galinha: o suco mais uma pitada de bicarbonato de sódio e um fio de azeite de mamona trata ovário inflamado, febre reumática, antiabortivo, fortificante e pneumonia - alfavaquinha: tempero, gripe, tosse, resfriado, pressão alta, e a raiz é utilizada para tuberculose dos ossos e dos pulmões - trevo de horta: trata infecção na garganta, escorbuto, dente mole, é rico em vitamina E - quebra pedra: a semente trata a diabete e o chá problemas nos rins - saião: trata gastrite e contusões (a folha colocada sobre o tumor ‘'puxa” ele pra fora) - arruda: vermífugo e bom contra as cólicas menstruais; a água serve para limpar os olhos - terramicina: antibiótico, desintoxica de químicos e também é vermífugo - sete sangria: bom para colesterol, reumatismo, arteriosclerose e coração - cavalinha: trata tumores, depurativo de sangue, cálculos renais, tuberculose, reumatismo e problemas nas vias urinárias - cravo de defunto: trata tosse, bronquite, labirintite, sistema nervoso e é vermífugo - dente de leão: trata debilidade geral, diurético, tônico, depurativo do sangue, calmante e insônea nervosa - losna: trata febre, problemas digestivos e nas gengivas, estimula o apetite e é vermífugo - batata doce: antibiótico natural e trata estomatite, aftas e amidalite - graviola: a folha trata diabete (dez folhas para um litro, beber durante dez dias) e o óleo da semente é bom para pele - acerola: trata gripe e é anti-viral e anti-bacteriana - boldo: calmante bom para o sistema nervoso e gástrico - boldo de árvore: bom para tratar do fígado

Experiência
As plantas medicinais de dona Eva e seu Geraldo
Chamada
Conhecimento tradicional sobre plantas medicinais
Ano de publicação
2006
Última atualização
17/04/2018
Autoras/es
Relator/a
Áreas Temáticas
Áreas Geográficas
Comentários