Produção agroecológica e manejo de água

Zé de Antônia e dona Isaura moram na comunidade de Santo Antônio II, em Afogados da Ingazeira-PE, e desde 1999 fazem parte da experimentação participativa sobre a produção irrigada com a água de poços amazonas. Quando comprou seu pedaço de terra em 1989, Zé produzia apenas milho e feijão uma vez por ano, utilizando-se de queimadas e deixando a terra bem limpa. Esse manejo deixou a terra compactada, com grotas e com baixa produção. Após entrar na pesquisa participativa a terra mudou de feição, foi incorporando mato no solo deixado como cobertura morta, deixando-a mais fofa, escura e produtiva. O ataque de formigas cortadeiras ainda persiste, mas diminuiu com o uso de defensivos naturais. Antigamente o casal só conseguia produzir um saco e meio de milho, agora já produzem de oito a dez sacos. Ainda cultivam goiaba, laranja, macaxeira, limão, mandioca, batata doce, caju, abacaxi, capim, palma, e cana. O milho sertanejo que eles plantam tem a espiga grande, dá muita palha, e agüenta todo o verão sem morrer. Em uma outra área são cultivados graviola e maracujá, e aproveita o molhado para plantar amendoim, feijão, milho, que são vendidos ainda verdes na feira agroecológica. É dona Isaura quem cuida comercialização, cujo produto de maior sucesso é a goiaba. Zé de Antônia já implantou outros dois sistemas de irrigação na comunidade, e compartilha seus conhecimentos agroecológicos com outras oito famílias.

Experiência
Produção agroecológica e manejo de água
Chamada
Manejo de água incrementando a produção
Ano de publicação
2003
Última atualização
17/04/2018
Autoras/es
Relator/a
Áreas Temáticas
Áreas Geográficas
Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.