Consórcio de pimentão com vagem arbustiva, em diferentes arranjos e densidades populacionais, no sistema orgânico de cultivo

A experiência tem como objetivo se estudar o consórcio de pimentão e vagem arbustiva, manejado com bases agroecológicas, conduzida no Sistema Integrado de Produção Agroecológica (SIPA). Conhecida como “Fazendinha Agroecológica do km 47”, o SIPA foi criado em 1993, através do convênio firmado entre a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRuralRJ) e a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro (PESAGRO-RIO). Trata-se de uma área de aproximadamente 60 ha, situada no município de Seropédica, Baixada Fluminense, pertencente à Região Metropolitana do estado do Rio de Janeiro (Almeida et al., 2002). Foram comparados diferentes arranjos espaciais e densidades populacionais da vagem arbustiva (Phaseolus vulgaris L.), cultivar Cota (Leal, 1987), em consórcio com o pimentão (Capscum annuum L.), cultivar Magali-R, no período de abril a novembro de 2001. Os tratamentos avaliados foram os monocultivos de cada uma das culturas, nas populações recomendadas, e o consórcio das mesmas, onde se estudou quatro arranjos da cultura de vagem arbustiva, mantendo-se constantes a população recomendada de pimentão, que foi combinado a 20, 30, 40 e 60% da população em monocultivo da vagem arbustiva, em linhas alternadas ou continuas nas entrelinhas da cultura de piment

Experiência
Consórcio de pimentão com vagem arbustiva, em diferentes arranjos e densidades populacionais, no sistema orgânico de cultivo
Chamada
Consórcio de pimentão com vagem arbustiva no sistema orgânico
Ano de publicação
2003
Última atualização
04/11/2019
Autoras/es
Áreas Temáticas
Áreas Geográficas
Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.