Semente da Paixão: a experiência de José Feliciano e Josefa

José Feliciano e Josefa cultivam algumas variedades de milho, feijão e outras plantas que são utilizadas para o autoconsumo, na alimentação dos animais e para a produção de sementes. Coleta apenas as sementes de feijão do primeiro carrego, que são mais limpas e graúdas. As de milho são coletadas na parte do meio da espiga. O milho branco é o mais plantado e preferido pela família. O milho hibra (como é chamado o milho híbrido na região) produz mais rápido que os outros, a semente tem cor alaranjada e seu sabor é mais adocicado. Surgiu uma espécie de milho a partir do cruzamento entre variedades que eles plantam, batizada de milho maluco. Eles têm um quarto na casa só para guardar sementes, que são armazenadas em garrafas, latas ou silos de 60 quilos, limpos e secos. Cada semente é guardada em local próprio, sem que haja mistura das espécies. Os recipientes são lacrados com cêra de arapuá para que não haja entrada de ar e nem perda. Seu Feliciano coleta cinco vasilhas de cada qualidade de semente, planta duas ou três e reserva o restante para nunca perdê-las.

Experiência
Semente da Paixão: a experiência de José Feliciano e Josefa
Chamada
Técnicas de seleção, cultivo e armazenamento de sementes.
Ano de publicação
2000
Última atualização
04/11/2019
Autor/a
Relator/a
Anexo
Áreas Temáticas
Áreas Geográficas
Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.