Fazendo agrofloresta, trazendo recuperação para o solo, melhorando a produção e mais qualidade de vida sustentável

Pedro Custódio da Silva cultiva em uma área de um hectare em Brejo do Bom Jardim-PE. Em 1994 foi implantado no terreno a pedido do pai de Pedro, que era diretor do Sindicato dos Trabalhadores Rurais local, um sistema agroflorestal. Pedro começou plantando diversas culturas para recuperar o solo que estava degradado: feijão-guandú, sombreiro, capim-elefante, ingá, papoula, banana, limão e etc. Os resultados foram logo surgindo, plantas que haviam sumido reapareceram, assim como insetos e outros animais. A produção agroecológica resultou em uma alimentação mais saudável e no aumento da renda para Pedro, que hoje faz parte da Associação dos Agricultores e Agricultoras Agroecológicos (as) de Bom Jardim e é Secretário de Beneficiamento e Comercialização da Associação. Pedro vende seus produtos no Espaço Agroecológico desde 1997, e recebe em sua propriedade técnicos, estudantes, estagiários e agricultores interessados em aprender o manejo agroecológico.

Experiência
Fazendo agrofloresta, trazendo recuperação para o solo, melhorando a produção e mais qualidade de vida sustentável
Chamada
Implementando a agrofloresta em área de solo degradado
Ano de publicação
2003
Última atualização
17/04/2018
Autoras/es
Relator/a
Áreas Temáticas
Áreas Geográficas
Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.