A Importância das Redes Sociais para Promoção da Agroecologia

As redes sociais e as mídias alternativas têm desempenhado papel importante como ferramentas de comunicação envolvendo temáticas relevantes que contrapõe o sistema socioeconômico e político vigente. As redes sociais também contribuem na construção do conhecimento agroecológico por meio de várias articulações coletivas em rede. Assim, esse trabalho teve como objetivo analisar a importância das redes sociais tendo como referência a “fanpage” do Núcleo de Pesquisa e Estudos em Agroecologia –NUPESA: Sertão Agroecológico como uma ferramenta de comunicação para a promoção da agroecologia. Optou-se pela pesquisa por meio de observações diretas e visitas diárias na “fanpage” do NUPESA, onde os dados e foram coletados por meio das informações fornecidas pelas plataformas de redes sociais aos seus usuários, assim como a análise das postagens mais compartilhadas. Constatou-se que as publicações mais visitadas estavam diretamente relacionadas com as práticas de base ecológica para produção de alimentos, os boletins informativos publicados pelo NUPESA e os danos dos agrotóxicos e transgênicos à saúde coletiva. Dessa forma, recomenda-se o uso das redes sociais como uma ferramenta de comunicação popular para promoção da agroecologia, assim como o compartilhamento de notícias, experiências, vivências e práticas agroecológicas.

Experiência
A Importância das Redes Sociais para Promoção da Agroecologia
Ano de publicação
2016
Última atualização
28/05/2018
Autor/a
Relator/a
    Helder Ribeiro Freitas
Anexo
Áreas Temáticas
Áreas Geográficas
Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.