Inovação ao desenvolvimento rural sustentável: utilização do bambu como alternativa de renda agroecológica

O bambu é cultura renovável, de rápido crescimento que apresenta diversas possibilidades de uso. A produção desta gramínea tem-se restringido a pequenas propriedades rurais, atendo-se à proteção de encostas, efeitos ornamentais e confecção de móveis rústicos. O consumidor cada vez mais consciente sobre os aspectos relativos à sustentabilidade agroecológica, vem apresentando crescente interesse por produtos naturais, reciclados e que determinem menor impacto sobre o meio ambiente. Assim, o presente estudo objetivou desenvolver aspectos socioculturais, em comunidades rurais, por meio de instrumentos artesanais e musicais, confeccionado a partir do bambu. Utilizando metodologia participativa e inclusiva, buscou-se a motivação dos jovens e crianças, a fim de contribuir para o desenvolvimento da autoestima e formação de indivíduos críticos, coerentes aptos à pensar, agir e criar. Foram confeccionados apitos, brinquedos, luminárias, porta incenso, entre outros. Destaca-se a elaboração do instrumento musical Didgeridoo, que por ser exótico e acessível despertou relevante interesse, inclusive dos adultos. Os resultados obtidos a partir deste trabalho, nos permitiu concluir que além de ter ocorrido trocas de saberes e conhecimentos, promoveu-se o desenvolvimento econômico pela criação de fonte extra, abrangendo a comunidade, desde as crianças, pela produção de produtos artesanais mais simples, até os adultos com produtos mais trabalhados. Palavras-chave: agroecolgia; aspectos socioculturais; sustentabilidade; Phyllostachys pubescens.

Experiência
Inovação ao desenvolvimento rural sustentável: utilização do bambu como alternativa de renda agroecológica
Ano de publicação
2015
Última atualização
17/04/2018
Autoras/es
Relator/a
Anexo
Áreas Geográficas
Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.