Viveiro familiar de produção de mudas: a experiência de Severino e Osvaldo

Os irmãos Severino e Osvaldo Maciel moram no sítio Almeida, trabalham juntos e são conhecidos pela união da família e criatividade nas atividades. Em 1996, através de seu Antônio Flor, conheceram o viveiro de mudas e algumas técnicas aplicadas. Arrendaram, em seguida, 2500 metros quadrados para instalar um viveiro, por um período de dois anos. No começo produziam somente laranjas e limões. Após frequentarem dois cursos sobre fruticultura em Lagoa Seca, aprenderam novas técnicas, que gradativamente começaram a aplicar. Em 1999, conseguiram levar o viveiro para o sítio Almeida, onde investiram na captação e armazenamento de água. Compraram também um telefone, que é usado para a divulgação dos produtos por toda a região. O viveiro se desenvolveu e passou a ser a principal fonte de renda da família. Hoje são produzidas diversas mudas: torange, cravo, mimo do céu, lima da pérsia, lima de umbigo, pokan, tangerina, laranja comum, comum de rama, comum rosa, laranja japonesa, laranja pêra, miúda azeda, limão taiti, limão comum. Eles têm realizando também outras experiências: para as mudas de umbu, pegam as sementes locais, selecionam as melhores e fazem a enxertia; fazem cavalo de araticum para enxertar a graviola; enxertam o umbu no cajá para ser testado no brejo e o cajá no umbu para levarem para o Cariri. As mudas dos irmãos Maciel são vendidas para granjeiros e agricultores dos municípios da região e também de outros estados do nordeste. Porém, o que eles consideram mais importante é o intercâmbio com outras famílias de agricultores, que já estão desenvolvendo seus próprios viveiros.

Experiência
Viveiro familiar de produção de mudas: a experiência de Severino e Osvaldo
Chamada
Produção de mudas
Ano de publicação
2003
Última atualização
04/11/2019
Autoras/es
Relator/a
Anexo
Áreas Temáticas
Áreas Geográficas
Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.