O cajueiro: uma planta com muitas utilidades

O cajueiro é uma planta nativa muito comum na região dos municípios do Pólo Sindical da Borborema e bastante utilizada pelas famílias de agricultores. João Guimarães, agricultor que trabalhou durante muitos anos nas Forças Armadas, sempre desenvolveu experiências com a terra. Quando morou no Piauí, o agricultor chegou a plantar mais de 300 pés de caju, além de aprender diversas receitas com a fruta. Afirma que do caju se aproveita tudo, nem as folhas são desperdiçadas: a castanha torrada é extremamente nutritiva; a polpa pode ser comida crua ou pode-se fazer vinho, álcool, vinagre, aguardente, doces, mel, refrescos; as folhas e a casca do cajueiro são ótimos remédios; também pode-se usar a casca para curtir o couro; a madeira é muito resistente e também serve para lenha; as cinzas são um ótimo adubo para estrumar a terra; a resina que sai do tronco é usada como inseticida natural, além de alimentar o sagüi; alguns agricultores ainda usam a árvore como cerca-viva. São apresentadas diversas receitas com a fruta no boletim em anexo: como fazer xarope, passa de caju, o suco, a cajuína e as castanhas doce e salgada; além da receita do mel de caju.

Experiência
O cajueiro: uma planta com muitas utilidades
Chamada
Histórias e receitas do caju
Ano de publicação
2000
Última atualização
04/11/2019
Autor/a
    João Guimarães
Relator/a
Anexo
Áreas Temáticas
Áreas Geográficas
Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.