Estado da Arte da Educaçao em Agroecologia na Bahia

O estudo objetivou contribuir para o entendimento dos aspectos políticos e sociais que orientaram a criação de cursos de Agroecologia na Bahia. Quantitativamente identificou-se os cursos existentes no Estado. Para a análise qualitativa buscou-se obter os Programas Político-Pedagógicos/PPP, lista de disciplinas, ementas e programas para identificar os princípios e diretrizes em que se basearam os formuladores, evidenciar virtualidades e problemas nos cursos locais. Metodologicamente, realizou-se um levantamento exploratório junto a instituições educacionais federais e estaduais que promovem a educação formal, dado a dificuldade de promover-se levantamento junto a ONGs e movimentos sociais. Para elaborou-se uma ficha padrão contemplando o conjunto de informações que poderiam contribuir para análises. Fez-se a lista das instituições federais e estaduais existentes e que potencialmente poderiam oferecer cursos e delimitou-se o universo à área das Ciências Agrárias. Em seguida, procedeu-se a levantamento secundário nos sites, investigando em cada uma os cursos e departamentos que ofereciam cursos. Identificado o curso/disciplina levantou-se os dados constates da ficha. A seguir realizou-se contato com as coordenações dos cursos com vistas a complementação de dados e informações. A etapa mais avançada consistiu em visita às instituições e em diálogo com as coordenações.

Experiência
Estado da Arte da Educaçao em Agroecologia na Bahia
Chamada
01
Ano de publicação
2013
Última atualização
28/05/2018
Autoras/es
Relator/a
    altno bomfim de oliveira junior
Anexo
Áreas Temáticas
Áreas Geográficas
Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.