Ciência e Agroecologia no Ensino Médio Profissionalizante

Em geral, os educandos da Educação Profissional em nível médio, tem auma certa avesão pelas chamadas disciplinas da Educação Básica, em especial Química e Física. Diante disso, o Colégio Agrícola estadual Getúlio Vargas, em 2012, através de seu Grupo de Estudos em Pastoreio Racional Voisin(PRV)executou uma pesquisa que avaliava a perrcepção dos educandos em relação a presença da ciência em atividades profissionalizantes. Em uma área de 1,5 ha foi implantado um PRV para as novilhas que fazem parte do rebanho da escola, numa perspectiva de ampliar essa tecnologia aos 18 ha de pastagens da escola. Num primeiro momento, foi aplicado um questionário com 20 questões das áreas de Bilogia, Física e Química com os assuntos que estavam nas ementas dos Cursos Técnicos em Agropecuária e Agroecologia modalidade Integrado e subsequente. Numa primeira avaliação, menos de 14% dos educandos percebia a presença destes conceitos em sua formação técnica. Após 5 meses do início da implantação de uma Unidade Demonstrativa de Pastoreio Voisin, o mesmo questionário foi aplicado com o mesmo grupo de alunos. Mas antes da aplicação do questionário, foi explicado aos educandos algumas relações entre os conceitos explicitados no questionário, e que fazem parte da ementa dos cursos profissionalizantes, e as práticas profissionais aplicadas no Colégio Agrícola Estadual Getúlio Vargas. As respostas positivas somaram cerca de 58% do total de 19 questões e as negativas foram 42% do total das questões.

Experiência
Ciência e Agroecologia no Ensino Médio Profissionalizante
Ano de publicação
2013
Última atualização
26/05/2018
Autor/a
Relator/a
Anexo
Áreas Temáticas
Áreas Geográficas
Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.