BIOJÓIAS EM SEMENTES AMAZÔNICAS

O curso teve como objetivo mostrar novas alternativas de rendas nas pequenas propriedades rurais, em especial para as agricultoras familiares, que fossem ecologicamente correta. Na busca dessas novas fontes de renda, aparece a confecção de bijouterias com sementes, cocos e outros produtos oriundos da floresta amazônica. Buscamos um curso que além de capacitar, pudesse também, aperfeiçoar as agricultoras familiares que atuam na atividade melhorando as suas técnicas e desenvolvendo a criatividade, e viesse contribuir com a organizaçao das mesmas, fomentando, no grupo, uma consciência quanto a necessidade de manter o equilibrio na natureza. O curso teve como base metodológica a prática, haja visto estar direcionado a um público que já participara de um curso anterior com o mesmo objetivo. alcançamos a capacitaçao de 24 participantes, onde foram produzidas várias biojóias e entre estas foram escolhidas várias para serem apresentadas no FRUTAL 2009. A necessidade eminente de novas fontes de rendas nas pequenas propriedades rurais, torna-se uma oportunidade de levarmos os nossos agricultores a conhecer e valorizar o a nossa floresta tem para nos oferecer, assim conhecer e valorizar as sementes regionais, anteriormente consideradas sem valor comercial, torna-se uma fonte de renda considerável. Entretanto os desafios e limites são imensos. Entre as grande dificuldades está tornar a produção comercial sem perder a qualidade e a originalidade, formando uma consciência quanto a necessidade do equilibrio no meio ambiente. Os fatores limitantes mais fortes é o acesso a sementes beneficiadas e/ou a colheita e beneficiamento das mesmas, podendo ser resolvido com a qualificação de mão de obra e aquisição de máquinas. Mas o investimento pode tornar-se de risco pelo fato de estarmos distantes dos grandes centros consumidores.

Experiência
BIOJÓIAS EM SEMENTES AMAZÔNICAS
Ano de publicação
2010
Última atualização
28/05/2018
Autoras/es
Relator/a
Áreas Temáticas
Áreas Geográficas
Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.