Associação dos Agricultores Familiares Agroecológicos de Alfredo Wagner e Bom Retiro

O trabalho teve início com uma turma do Projeto de Formação Terra Solidária, da Central Única dos Trabalhadores/Fetraf-Sul e Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Alfredo Wagner, no Planalto Serrano de Santa Catarina. Desta turma de agricultores/as, através de um plano de ações ao final do curso, originou-se a discussão acerca da implementação de uma cooperativa de crédito (atual Cresol Alfredo Wagner) e foi criado um grupo que iniciou as primeiras experiências com agroecologia no município. O grupo originalmente constituído era informal, envolvendo pessoas das comunidades de Invernadinha, Rio do Engano e Barro Branco. Estes/as agricultores/as começaram fazendo trabalhos com produção de sementes de milho crioulo, adubação verde, cobertura de solos, bem como produção agroecológica de cebola. Estas atividades se desenvolveram entre 1999 e 2001. A partir de 2001, através de um convênio com a Prefeitura Municipal de Alfredo Wagner, iniciaram-se trabalhos mais efetivos com o grupo e uma dinâmica de reuniões mensais. A partir destas reuniões, o grupo acabou constituindo-se formalmente como uma Associação de Agricultores Ecologistas. Nesta época, agricultores/as do município de Bom Retiro aderiram também à iniciativa. Atualmente, a Associação possui famílias das comunidades de Barbaquá, Alto da Limeira, Invernadinha e Rio Engano. O grupo possui um forte envolvimento com a Cooperativa Regional de Comercialização (Cooperativa Ecológica Ecoserra) - dois de seus integrantes chegaram a fazer parte da gestão da Cooperativa entre os anos de 2006 e 2009, como presidente e secretário. Em 2009, a Cooperativa Ecoserra decidiu descentralizar seus serviços através de filiais regionais, buscando facilitar a comercialização dos produtos agroecológicos das famílias agricultoras associadas. A partir desta decisão e após a experiência de lideranças do grupo na gestão da cooperativa, a Associação assumiu a administração de uma filial da Ecoserra na região. Desde 2005, através da Ecoserra, o grupo já comercializou em torno de R$ 195.000,00 em compras governamentais como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), a Alimentação Escolar e mercados atacadistas de outras regiões como Florianópolis, Alto Vale do Itajaí, entre outros. Devido às múltiplas atividades do grupo - produção, organização, agroindústria e filial -, as famílias estão se organizando na divisão dos trabalhos: as mulheres ficaram com a responsabilidade de gerir a agroindústria e os homens a comercialização através da filial, ficando a produção sob a responsabilidade de todos os membros das famílias. Em 2006, a Associação conseguiu a autorização da Prefeitura de Alfredo Wagner para utilizar o terreno e as instalações da Escola Municipal Nucleada de Invernadinha para beneficiar alimentos. A escola já estava fechada há muitos anos e atualmente o local está passando por reformas para se adequar às normas sanitárias exigidas para a constituição de em uma agroindústria de processamento de hortaliças.

Experiência
Associação dos Agricultores Familiares Agroecológicos de Alfredo Wagner e Bom Retiro
Chamada
Agricultores ecológicos organizam a produção, conquistam mercados institucionais e constroem agroindústria para processamento de hortaliças
Ano de publicação
2010
Última atualização
28/05/2018
Autoras/es
Relator/a
Áreas Temáticas
Áreas Geográficas
Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.