Experiência: Maria Pimenta - Assentamento Florestan Fernandes - MST
Chamada :
   
A experiência de Maria Aparecida Pimenta de Abreu teve inicio a 3 anos, ela começou a aprender as práticas agroecológicas a partir dos acampamentos que participava junto com a família e também em formações realizadas.
Segunda Maria Pimenta ela prática agroecologia porque: "vivo do jeito que gosto de viver".
A sua área possui 7 ha, dentre as práticas agroecológicas utilizadas se destacam: urina de vaca, calda fumo, enxofre, caldo de cana, soro de leite, esterco gado fresco, compostagem, consorciamento, super magro, roçada, cinza de fogão e cobertura vegetal no solo.
A diversificação é muito presente nos sistemas agroflorestais que possui produzindo milho/mandioca/feijão/café/banana/cana/abacate/laranja/manga/mamão/babosa/sabugueira/algodão/doril/carqueija/alecrim/hortelã/saião/trançagem/erva cidreira/erva doce/goiaba/limão/couve/alface/serralha/cebola/salsa/batata doce/camomila/ovo/galinha.
Autor(es):

GAEK - Grupo de Agricultura Ecológica Kapixawa
Coletivo Casa Verde
MST - Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra
Kapi'xawa

Relator(es):

Danilo Schueng de Souza

Anexos
  frm_exp_cca_ex_anexos ()
  frm_exp_cca_ex_anexos ()

Áreas Temáticas
 Alimentação, Saúde e Plantas Medicinais
 pt-br:Construção do Conhecimento Agroecológico|es:Construcción del Conocimiento Agroecologico

Áreas Geográficas
 Guaçuí