Experiência: Assentamentos Rurais Sustentáveis: Mario Lago
Chamada :
   
O Sistema Agroflorestal do Assentamento Mário Lago foi implantado em dezembro de 2010, como um espaço educativo do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). A finalidade dessa experiência foi construir uma referência teórica e prática para as famílias assentadas, incentivando-as a realizar a implantação de sistemas agroflorestais coletivos nas áreas de Reserva Legal. Estas áreas já demarcadas e destinadas para tal finalidade, fazem parte do TAC acordado com o assentamento.
É importante destacar que a escolha da área de implantação, bem como as plantas “carro-chefe” do SAF, foram feitas coletivamente entre a Embrapa Meio Ambiente e Setor de Produção do assentamento, a partir do conhecimento da realidade local e das oportunidades de comercialização existentes. Como proposta inicial, a área do SAF Escola foi de 2500 m².
Os processos participativos foram aplicados não só no planejamento do sistema, mas também em seu manejo como um todo, o que levou à organização local de um coletivo voltado especificamente para o manejo da área do SAF Escola.
Autor(es):

EMBRAPA Meio Ambiente - Agroecologia

Relator(es):

João Carlos Canuto

Anexos
  frm_exp_cca_ex_anexos ()
  frm_exp_cca_ex_anexos_0 ()

Áreas Temáticas
 Sistemas Agroflorestais e Agroextrativismo

Áreas Geográficas
 Ribeirão Preto