GRUPO DE MULHERES DE SANTA FÉ

O grupo de mulheres Ativas, inovando a cultura e descobrindo novos conhecimentos, foi fundada em 2007 por 18 mulheres agricultoras da comunidade do Sítio Santa Fé, que fica a 30 Km Município de Santa Filomena, e vem tendo uma participação ativa, tanto nas atividades comunitárias, como também participando de diversos momentos de formação local e regional, envolvendo discussões sobre meio ambiente, sementes, segurança alimentar, recursos hídrico, gênero, produção e comercialização Agroecologica o que está refletido positivamente para o empoderamento das mulheres. Através da vivencia de unidades demonstrativas como a ONG CAATINGA que vem desenvolvendo este trabalho com as mulheres da comunidade do SITIO SANTA FÉ, onde estão envolvidas diretamente 18 mulheres do grupo,com a criação de galinha capoeira e de cabras e ovelhas se afirma como uma alternativa viável, principalmente para as mulheres da comunidade, por ser uma atividade possível de integração com as demais atividades cotidianas das mesmas. As instalação das unidades de experimentação se deu ao lado da casa de cada mulher, iniciando-se primeiro pela implantação das estruturas e logo após com a compra dos animais (galinhas, cabras e ovelhas) de origem da própria região. As famílias entraram com a contrapartida os cuidados diários, a alimentação dos animais através de milho, melancia, sorgo, palma, mandioca, capim e restos de culturas das suas áreas de roçados e também cascas de frutas, verduras e até mesmo comidas cozidas( arroz, feijão)para as galinhas. Adelicia (43 anos) uma das componentes do grupo afirma que “a alimentação, a limpeza, a água e a utilização de remédios caseiros a base de alho, babosa, quina-quina, batata de teiú limão, faz parte dos cuidados para prevenção de doenças nas galinhas, cabras e ovelhas ”. Outro fator que levou as mulheres a optarem pela criação de pequenos animais, galinha capoeira foi o mercado que é muito promissor, pois é de fácil observação que esse produto tem uma demanda maior, do que a própria oferta, Maria Gercilia (48 anos), conhecida por Cila afirma “varias vezes fui consultadas por consumidores locais, sobre a possibilidade de fornecimento para restaurantes do Povoado do Socorro”. O processo de construção da proposta junto com o grupo também foi muito interessante ocorreram momentos de formação, intercâmbios, reuniões de planejamento e avaliação das atividades. Tornando a experiência uma referência, recebendo visitas de representantes de associações e entidades de Santa Filomena para troca de saberes, e apresentação da mesma no conselho municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável local.

Experiência
GRUPO DE MULHERES DE SANTA FÉ
Chamada
123
Ano de publicação
2010
Última atualização
28/05/2018
Autoras/es
Relator/a
Áreas Temáticas
Áreas Geográficas
Comentários
  • Uidinei 26/08/2018 às 17h00

    Muito boa esta experiência...