Construindo conhecimento sobre as terras de um assentamento.

As áreas de reforma agrária contém um passivo ambiental oriundo do manejo inadequado dos solos, da monocultura e abandono das áreas degradadas. Portanto, quando as famílias chegam no novo assentamento, encontram uma área com solos em intenso processo erosivo, nascentes desprotegidas, escassa biodiversidade e em alguns casos solos “intoxicados” devido uso intenso de agrotóxicos. Restabelecer um equilíbrio destes ambientes e restabelecer a fertilidade dos solos é um grande desafio para as famílias. Este trabalho foi realizado no assentamento Roseli Nunes, Município de Piraí/RJ, que possui forte degradação dos solos. Partiu do princípio de que para retomar a qualidade das terras desses assentamentos é preciso reconhecer os indicadores de qualidade de solos. O trabalho iniciou com a identificação dos atributos e indicadores locais de qualidade de solo utilizados pelos agricultores. Foram identificadas as “qualidades” que identificam um solo bem como as plantas indicadoras de qualidade dos solos. Construir com as famílias uma proposta de avaliação das terras, é uma ação importante para a construção de práticas de recuperação de áreas degradadas. Além de ser um importante instrumento de construção do conhecimento agroecológico. Esta ferramenta é fundamental para que as famílias recém assentadas reconheçam a qualidade das terras da área. Principalmente para aquelas famílias que são de origem urbana. Através do desenvolvimento de uma metodologia baseada nos princípios da etnopedologia - conhecimento local, foi possível identificar em conjunto com as famílias assentadas os agentes causadores da degradação do solo, estabelecer atributos indicadores da qualidade do solo, compreender o conceito de qualidade de solo assumido pelos agricultores e apontar ações para recuperação. As reflexões realizadas em conjunto com os agricultores foram fundamentais para estabelecer conceito de fertilidade dos solos, para estabelecer parâmetros para avaliação das terras. Esse conhecimento será fundamental para realizar o monitoramento das terras a partir do uso agrícola ao longo dos anos.

Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.