Promovendo a Convivência no Médio Sertão da Paraíba

A experiência de Marcos e Maria fica na comunidade Fava de Cheiro, município de Teixeira. O sistema,composto por vários tanques e duas cisternas tem uma capacidade de captação e armazenamento de 216 mil litros de água. A água do tanque grande é utilizada para os gastos domésticos (lavar roupa, louça, banheiro), para os animais, para tomar banho e também para abastecer os tanques menores para que a família possa aguar as plantações. A água que abastece a casa vem por gravidade. Outro tanque grande foi feito com o objetivo de armazenar água para produção na horta com economia de água e também para criar peixe. Para a família a horta tem uma grande importância, principalmente, na alimentação.Não utilizam agrotóxicos nem adubos químicos, o que permite que tenham uma produção sem o uso de veneno, diferente das que geralmente se encontra nas feiras livres e supermercados. Na avaliação da família a experiência vem tendo uma grande influência na saúde e também do ponto de vista financeiro, pois, não precisam comprar verdura. Além de melhorar a alimentação da família, a horta também tem servido para que alguns vizinhos possam consumir uma verdura de melhor qualidade e, a família que desenvolve a experiência tem melhorado a renda. O que conseguem com a venda ainda é pouco mas, na avaliação da família ajuda. A horta também serve como exemplo de construção de saídas para a convivência com a realidade semiárida, aprofundando as relações sociais de gênero e geração. A família também aproveita a água para dinamizar a produção no quintal com plantas frutíferas, melhorando assim a segurança alimentar através da produção de frutas.

Experiência
Promovendo a Convivência no Médio Sertão da Paraíba
Chamada
Convivência com a realidade semiárida no Médio Sertão
Ano de publicação
2007
Última atualização
17/04/2018
Autor/a
Relator/a
Anexos
Áreas Temáticas
Áreas Geográficas
Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.