Experiência Agroecológica do Acampamento São Roque

Com a ociosidade e total falência e abandono da usina Santa Maria em Bom Jesus do Itabapoana, Em 01/06/2002, aproximadamente 200 famílias ocuparam a Fazenda Providência, dando origem ao Acampamento São Roque. À usina pertence um complexo formado por inúmeras fazendas. Mas a fazenda reivindicada pelo acampamento é a Fazenda Providência com aproximadamente 490 há. O São Roque conta hoje com 64 famílias. A grande maioria das pessoas são trabalhadores/as rurais da própria região ou já viveram do trabalho da roça. Os que vieram da roça, de cidades vizinhas trabalhavam em usinas no corte da cana, e em sua maioria não tinham carteira assinada e por vezes não recebiam pagamento. O acampamento está organizado em 3 núcleos que se reúnem toda terça-feira onde organizam o trabalho em equipes. Inicialmente a divisão em núcleos se deu pela proximidade das barracas, que em geral, era estabelecida pela coordenação. Os principais produtos são: Arroz, Feijão, milho, hortaliças, etc. Ás áreas de cultivos são divididas em áreas de 15 m de frente e de fundo por +/-50 de comprimento, indo até a cerca estabelecida como limite do acampamento. Criações: Boi, vaca, cavalos, Cabra, carneiro, porco, e galinha. O forte da produção é o Arroz que possui 11 variedades. Em quase toda a área cultivada se utiliza a tração animal para o prepara do solo.

Experiência
Experiência Agroecológica do Acampamento São Roque
Chamada
Experiência de acesso a terra com enfoque agroecológico
Ano de publicação
2009
Última atualização
17/04/2018
Autor/a
Relator/a
Áreas Temáticas
Áreas Geográficas
Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.