Cooperativa de Consultoria, Projetos e Serviços em Desenvolvimento Sustentável Ltda. – CEDRO. 1999 – 2009: dez anos de vivência cooperativa na tentativa de prestação de serviços para a transição agroecológica.

No Estado do Rio de Janeiro, numa época em que pode-se inferir que “forças ocultas” trabalham pela descaracterização de sua expressão rural nas dimensões política, econômica e cultural, um conjunto de profissionais autônomos aliam compromisso social, com expectativa de fomento ao desenvolvimento sustentável, na tentativa de sobrevivência no campo da prestação de serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural, sobretudo na modalidade dedicada aos assentamentos de Reforma Agrária: Programa de Assessoria Técnica, Social e Ambiental – ATES, do INCRA, pelo qual a CEDRO atua em oito municípios fluminenses. A organização em Cooperativa de Trabalho, remonta à época do projeto LUMIAR de Assistência Técnica à Reforma Agrária (1997 a 2000), fundando-se a Cooperativa CEDRO, em maio de 1999, como resposta crítica dos profissionais e de instituições parceiras – a exemplo da FETAG e da ONG CAPINA, - ao processo que se estabelecera pela prestadora escolhida pelo INCRA, uma empresa travestida de cooperativa. Este artigo se propõe a referenciar o processo e a constituição de parcerias que sobressaem desses dez anos de vivência cooperativa; os desafios para a manutenção de uma pessoa jurídica de natureza, compreensão e prática complexas, ao mesmo tempo em que de elevado grau de autonomia no estabelecer de novas relações de trabalho. Apreender o processo cooperativista configura um dos focos do desafio que se instala com a fundação da CEDRO. Muitas vezes nossos profissionais foram demandados a auxiliar agricultores em debates e em vivências na constituição de organizações cooperativas; a fomentar tal iniciativa. No leque das possibilidades de soluções agroecológicas o associativismo e, em especial, o cooperativismo figuram como ferramentas poderosas para catalisar processos e resultados econômico-sociais. Até a fundação da CEDRO desempenhávamos tal função sem a auto-vivência, na fundamentação das intervenções. Contratada pelo INCRA-RJ para atuar pelo Programa de Assessoria Técnica, Social e Ambiental à Reforma Agrária, em oito assentamentos, com um público de 850 famílias, a CEDRO constituiu uma equipe formada por dez profissionais de formação multidisciplinar que vêm lidando com os desafios da Extensão Rural diferenciada, orientada para a transição agroecológica, mas ainda focada em metas e por regras tradicionais, como a elaboração de Projetos de financiamento pelo programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura familiar – PRONAF. Palavras Chave: Cooperativismo; ATER; Reforma Agrária.

Experiência
Cooperativa de Consultoria, Projetos e Serviços em Desenvolvimento Sustentável Ltda. – CEDRO. 1999 – 2009: dez anos de vivência cooperativa na tentativa de prestação de serviços para a transição agroecológica.
Ano de publicação
2000
Última atualização
28/05/2018
Autor/a
Relator/a
Áreas Geográficas
Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.