Uma propriedade diversificada

Carlinhos, Raquel e seus três filhos: Charles, Geane e Paulo Henrique mudaram-se para a comunidade Conceição, município de Carangola-MG em 2001, assumindo 5 hectares de terra, herança do pai de Carlinhos. Primeiro construíram uma casa e depois passaram a organizar a propriedade do jeito deles: tem horta, pomar, lavoura de café, milho, feijão, um jardim, criam galinhas, porco, possuem um poço de peixes e 20 caixas de abelhas. A lavora de café tipo catuaí tem 6 mil pés. Mantêm o solo bem coberto de mato e onde a terra estava mais fraca plantou guandu. Plantam consorciado com banana, guandu, mamão, assa-peixe, mulungu, alecrim, artemísia, imbaúba, batata doce nativa, trapoeraba, mandioca, almeirão roxo e muitas outras plantas. No quintal, plantam laranja, goiaba, acerola, graviola, cacau, manga, mamão, amora e outras tantas, além de árvores como o pau-brasil, mogno, araticum. Na horta, além de muitas verduras, cultivam plantas medicinais. Para adubação, usam o esterco de galinha na horta e na lavoura usam a folha de bananeira, palha de café, bagaço da cana e leguminosas. A partir de um monitoramento que passaram a fazer da propriedade, perceberam que estão perdendo muitos produtos. Então se cadastraram na feira agroecológica de Carangola para comercializar o excedente. Antes a economia gerava apenas a partir da venda do café, agora estão vendendo o café torrado, feijão, mamão, taioba, couve, salsinha, cebolinha, broa, mel e o que mais tiver. Pretendem cada vez mais diversificar e investir em formas diretas de comercialização.

Experiência
Uma propriedade diversificada
Chamada
Uma propriedade diversificada
Ano de publicação
2006
Última atualização
17/04/2018
Autoras/es
Relator/a
Área Temática
Áreas Geográficas
Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.