Experiência do Grupo do Ribeiro: produção e comercialização de produtos

O grupo de Agricultores/as do Ribeiro é formado por 16 famílias que moram na comunidade do Ribeiro, em Alagoa Nova-PB. Nos anos de 1970, orientados pela extensão rural, começaram a usar veneno para tentar melhorar a produção, mas acabaram por enfraquecer a terra, contaminar a água e provocar o aparecimento de muitas doenças. Foi a partir da aproximação do Grupo com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais é que conheceram as ações do Pólo da Borborema. Participaram de oficinas e visitas de intercâmbio que os incentivaram a experimentação e o resgate da forma antiga de lidar e respeitar a natureza. Passaram a deixar de queimar e usar veneno. Quando necessário utilizavam defensivos naturais e adubo orgânico. Aprenderam a fazer o adubo da independência, calda bordalesa e o biofertilizante. Usam a urina de vaca, a manipueira e um coquetel de plantas nativas para proteger o roçado e a horta do ataque de pragas e doenças. Logo no começo de um ataque de pragas, separam aquelas plantas que não foram atacadas, somam àquelas que já conhecem seu poder como inseticida e fazem um coquetel. Primeiro testam em duas ou três plantas, se funcionar terminam de pulverizar, caso contrário continuam testando outras receitas. Todo o sistema de produção é bastante diversificado. As frutas são plantadas em consórcio e na horta plantam mais de 10 tipos diferentes de hortaliças. Toda a produção do grupo é organizada para vender diretamente ao consumidor; oito famílias participam das feiras de Campina Grande e de Esperança-PB e levam mais de 28 variedades de produtos. Acreditam que a força do grupo Ribeiro vem da solidariedade das famílias, da organização interna e do respeito que têm pela natureza.

Experiência
Experiência do Grupo do Ribeiro: produção e comercialização de produtos
Chamada
Produção e comercialização de produtos agroecológicos
Ano de publicação
2006
Última atualização
17/04/2018
Autoras/es
Relatoras/es
Áreas Temáticas
Áreas Geográficas
Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.