Sítio Mori 2

A experiência a seguir foi realizada no Sítio Mori, de 7 alqueires, cuja a proprietária é a Sra. Keko Mori, localizada na cidade de Uraí, comunidade Sessão Horizonte. Os cultivares produzidos são de grandes culturas como milho, olerícolas como tomate, pepino, beringela, quiabo, abobrinha e frutas como abacate e limão, sendo que todas estas atividades são manejadas de maneira orgânica, e tem como destino a empresa de comercialização de hortifrúti RIO DE UNA na cidade de São José dos Pinhais além de venda direta para mercado e restaurantes da região. Segundo a produtora, a mudança para o modelo de produção orgânica se deu por diversos fatores, entre eles o incentivo do pai, o surgimento da associação de produtores orgânicos em Uraí, a instalação da RIO DE UNA, ganho de apoio financeiro com uma estufa e o incentivo da Engenheira Agrônoma da EMATER-PR Ernestina Muraoka. Atualmente encontra mais dificuldade no controle de pragas como nematoides e doenças como ralstonia e verticillium além do problema com burocracia para certificar seus produtos. A principal mudança causada pela conversão ao orgânico, na visão do produtor, foi produção de preparados caseiros para repelir pragas entre outros métodos orgânicos de controle.

Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.