Aquicultura com enfoque agroecológico

A agroecologia vem tomando impulso no Brasil, contudo a produção de peixes tem ficado a margem deste processo. O Núcleo de Estudos em Aquicultura com enfoque agroecológico da Universidade Federal da Fronteira Sul (AquaNea – UFFS), criado em 2014, tem como objetivo integrar atividades de pesquisa, extensão e educação para a construção e socialização de conhecimentos e práticas relacionadas a aquicultura com enfoque agroecológico. O campus Laranjeiras do Sul, no Paraná, está inserido em uma região tipicamente agrícola, caracterizada por pequenas propriedades, assentamentos rurais da reforma agrária, com culturas de subsistência e tem como foco a produção familiar e camponesa. A Agroecologia foi definida como eixo estruturante da instituição, com a produção do conhecimento construída de forma interdisciplinar e baseada no diálogo de saberes. A equipe do AquaNea é formada por professores, técnicos e estudantes do curso de Engenharia de Aquicultura e do Mestrado em Agroecologia, bem como professores da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). A campo, em unidades de produção familiar, foi desenvolvido um policultivo com jundiá, carpa comum, cascudo, curimbatá e carpas prateada, cabeça grande e capim. Em um ano de cultivo a produção atingiu 4800 kg/ha com sobrevivência de 63%. Jundiá e carpa húngara, espécies principais, receberam ração orgânica produzida no laboratório de Nutrição da UFFS a partir de ingredientes orgânicos. O Núcleo promoveu Cursos de qualificação presenciais para jovens filhos de agricultores e indígenas e um curso à Distância para técnicos de ATER e agricultores. O AquaNea está contribuindo na construção da adequação sociotécnica para alcançar às tecnologias necessárias para a geração de oportunidades autônomas e autogestionárias em piscicultura de base agroecológica. Espera-se gradativamente o sistema de policultivo + ração orgânica tone-se acessível a mais agricultores. Agradecimentos Ao CNPq, Edital n. 81/2013 que permitiu a criação do AquaNea.

Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.