Intercâmbios Agroecológicos - Ambientes de Interação Agroecológica na Zona da Mata Mineira

A agroecologia representa uma importante ferramenta para a promoção das complexas transformações sociais e ecológicas necessárias para assegurar a sustentabilidade, o fortalecimento da agricultura familiar e a recuperação de biomas importantes como a Mata Atlântica. Tendo a agroecologia como enfoque científico e metodológico a Universidade Federal de Viçosa, em especial os Departamentos de Solos, Educação e Extensão Rural, trabalha em parceria com o Centro de Tecnologias Alternativas da Zona da Mata (CTA-ZM) e com organizações de agricultores familiares da Zona da Mata de Minas Gerais, desde 1987. Nesta parceria acumularam-se experiências metodológicas e alcançaram-se resultados significativos, sobretudo em relação ao uso sustentado dos recursos produtivos agrícolas, visando gerar visibilidade destas experiências na região e estimulando outras iniciativas desta natureza. Mais do que um desafio técnico, nos é colocado um desafio metodológico: Como possibilitar que estas experiências se tornem conhecidas e estimulem novas práticas agroecológicas? Os Intercâmbios Agroecológicos são uma tentativa de suprir esse desafio, e se baseiam na metodologia Campesino a Campesino, possibilitando trocas de conhecimentos e experiências entre agricultores de diferentes estágios de transição agroecológicas na Zona da Mata de Minas Gerais.

Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.