Implantação de Sistemas Agroflorestais no Agreste Pernambucano

O sistema agroecológico de produção e os sistemas agroflorestais inserem-se na nova estratégia de desenvolvimento que visa revalorizar a agricultura familiar e o mundo rural, resgatando a possibilidade de aumentar a disponibilidade de alimentos, fortalecer os circuitos locais e regionais de abastecimento e sobretudo pode responder, em parte, ao desafio de gerar renda aos trabalhadores rurais por meio da comercialização dos produtos. Neste sentido o uso do modelo agroecológico e de SAF na produção agrícola surge como uma alternativa para promoção do desenvolvimento das potencialidades do Agreste Meridional. Assim, este trabalho segue a metodologia da pesquisa-ação THIOLLENT, 1996) que busca construir junto aos agricultores uma proposta de produção que se organiza em três etapas: a primeira é a escolha dos agricultores para implantação de unidades demonstrativas; a segunda é a realização de palestras e oficinas temáticas sobre agroecologia e sistemas agroflorestais, buscando o redesenho das propriedades e a terceira é a implantação das unidades demonstrativas de SAF realizando parcerias e intercambios entre agricultores e parceiros para divulgação do trabalho em pequenas propriedades rurais.

Experiência
Implantação de Sistemas Agroflorestais no Agreste Pernambucano
Ano de publicação
2013
Última atualização
28/05/2018
Autor/a
Relator/a
Anexo
Áreas Temáticas
Áreas Geográficas
Comentários
Ainda não há comentários sobre esta experiência.